Nesta quinta-feira, as 05h30 (horário de Brasília), acontece a primeira das semifinais do Australian Open de tênis, no confronto entre dois dos melhores tenistas do mundo: o suíço Roger Federer, número 3 do ranking, e o sérvio Novak Djokovic, número 2 do ranking da ATP.

O suíço Roger Federer para chegar até as semifinais, lutou contra o norte-americano Tennys Sandgren nas quartas e conseguiu salvar 7 match points. Federer sofreu uma lesão no meio da partida e teve problemas para fechar o jogo. Federer terá que garantir que ele possa se recuperar rápido, com boas condições físicas o suficiente para poder competir contra Djokovic, que está em grande fase na competição.

O sérvio Novak Djokovic até aqui só perdeu um set no Australian Open: contra Struff, na estreia da competição. Novak Djokovic venceu Milos Raonic em sets seguidos, em uma partida em que o sérvio dominou por toda parte. Djokovic não perdeu o saque e nos mostrou que é o melhor jogador de Melbourne até aqui. Djokovic está no topo de sua forma e certamente está de olho no 8º título da competição, chegando a mais uma decisão se vencer Federer.

Estes dois já se encontraram 49 vezes e Djokovic lidera o confronto direto por 26–22, sendo o último duelo no piso duro em Grand Slams no Australian Open de 2016 com vitória do sérvio. Federer lutou para derrotar Djokovic, mas conseguiu vencer seu último encontro no ATP Finals em Londres, em novembro passado no último confronto.

Conclusão: Para os que se seduzem com a hipótese da vitória de Federer a 6.50, sempre é uma boa hipótese. Mas é difícil crer em outra coisa que não a vitória de Djokovic, especialmente pela má fase do suíço. Por outro lado, duelos entre os dois são sempre disputados. Que o diga a última final entre os dois em Wimbledon, com vitória de Djoko. Por melhor que seja Djokovic no piso duro, acreditamos em um jogo disputado, portanto, em mais de 32.5 sets.

Federer (SUI) x Djokovic (SER)

PERFORMANCE NO PISO DURO (via Foretennis): 604V, 125D (Federer) x 480V, 88D (Djokovic)

ÚLTIMOS 6 JOGOS: 5V, 1D (Federer) x 6V (Djokovic)

HISTÓRICO: Djokovic 26–22

RANKING: #3 vs #2

TRANSMISSÃO: ESPN

PREVISÃO DO SUPERJOGOS: Mais de 32.5 @ 1.83